Gestantes alcançam graças através de Pílulas de Frei Galvão

É cada vez maior o número de fiéis que fazem uso de uma tradição com mais de 180 anos. São as pílulas de frei Galvão, adotadas principalmente por mulheres que enfrentam problemas relacionados à gravidez.
Assista à reportagem:


Rafael, de sete meses, é a realização de Elaine como mãe. Mas a presença dele é para ela é um verdadeiro milagre, atribuído à intercessão de frei Galvão. Ela tinha endometriose, doença que atinge cerca de 6 milhões de mulheres entre 14 e 45 anos. Basicamente, a doença impossibilita a gravidez.

Mesmo assim, em 2008 Elaine tentou, em vão. A partir daí, o desejo de ser mãe aos 35 anos aumentou, juntamente com a insegurança.

Uma amiga recomendou que ela tomasse a pílula de frei Galvão. Elaine achou que não era o caso. Mas sua mãe se apressou em ajudá-la e se ofereceu para buscar as pílulas.

Logo que Elaine começou a novena de oração, sentiu que algo de diferente ocorreu. Em pouco mais de 15 dias veio a notícia da gravidez.

A pílula é feita de sulfite de arroz que contém uma oração à Nossa Senhora. De acordo com frei Daniel, da Ordem dos Frades Menores, "uma forma de frei Galvão ajudar com as orações, era escrever em papelzinhos - pílulas, como chamados - uma pequena oração de Nossa Senhora, para que Ela pudesse interceder por essas mães".

Frei Galvão nasceu em 1739 em Guaratinguetá, interior de São Paulo, e foi ordenado sacerdote em 1762. Franciscano, morreu com 62 anos. A canonização foi anunciada em maio de 2007.

As pílulas são distribuídas num pequeno envelope, com três unidades, para serem tomadas durante a novena em devoção ao santo. No primeiro, quinto e último dia da novena. Estima-se que atualmente, cerca de 60 mil pílulas sejam distribuídas na cidade natal de frei Galvão.

Frei Daniel alerta que a pílula não deve ser tomada de forma supersticiosa. "Ela é apenas um instrumento de Deus, então ela tem uma ação que vem do próprio Deus. Portanto, se a cura é realizada ou não, isso depende de nossa fé e também do próprio Deus que age na pessoa", explica.

fonte:cançãonova.com

Nenhum comentário: