Feliz dia das Mães


Deus nos amou, enviando  seu filho e nos convidando  a viver o amor solidário 
  (1 Jo 4, 7-10)

A primeira carta de João nos apresenta, na leitura de hoje, uma raridade teológica do amor divino. Ela se liga ao evangelho e ao dia das mães. Mãe é sinal de amor.  Deus é amor e, também, pai e mãe de todos nós. Ele nos doou a sua vida por todos nós. Tudo em nossa vida depende do amor. Sem amor, sem Deus, sem mãe, nenhum de nós existiria. Mãe e Deus não se dão a conhecer teoricamente, mas pela pratica do amor. “ Amar é entregar-se, se como a mãe, em tantas noites mal dormidas, para acalentar o filho e fazê-lo crescer. Ser mãe é padecer no paraíso, mas é amar e aceitar os limites da vida. É viver no paraíso da vida, aqui e ainda não, no mistério de Deus que se encarnou no meio de nós no seio de uma mulher, Maria-Mãe, que reverenciamos neste mês de maio. Ser mãe é não ter armas para atirar contra o filho, pois o amor a desarma sempre. Mãe é aquela que impõe limites ao filho, pois a sua experiência lhe ensinou que o mundo tem limites. O filho precisa aprender a lição cedo, pois senão o mundo o devorara violentamente. E quantas mães sofrem por saber que apesar de terem ensinado essa lição ao filho, a droga do mundo o tragou?” (cf. FARIA, jacir de Freitas).

O Blog SACRARIO DE AMOR parabeniza todas as MÃES

Nenhum comentário: